Vai Galileu!

Publicado por KARINA MATOS em 11/4/2017

"A verdade é filha do tempo e não da autoridade"

Neste antigo e novo espetáculo de Brecht sinto-me desafiada a conhecer a causa das coisas e a aprofundar a ciência e o teatro que precisam andar de mãos dadas para atingirmos a cura.

A minha "Galileu" é curiosa, contestadora, rebelde...ela quer saúde mental em sua totalidade, pois está cansada dos "traumas", massacres e do poder de quem supõe ter mais. Galiléia indígena que até hoje não aceita o genocídio que acometeu a sua raça que sangrou, mas não se extinguiu, pois os ancestrais vivem em cada inconsciente pessoal e coletivo! Resgato a cura xamânica através dos rituais, das forças da natureza e da arte. Assumo minha história atual e ancestral dançando, cantando e expressando todas as alegrias e mazelas do nosso povo, da nossa tribo.

Através do telescópio reforço que o afeto é o centro do universo e deixo fluir do interno para o externo, sendo parte do olho que tudo vê.

"A ciência agora está contigo, cuida dela, cuida bem, mas como amigo..."

Karina Matos.