Sobre o Arquétipo do Patriarca Vampiro que nos assalta

Publicado por Vitor Pordeus em 22/2/2018

Quem implantou o trauma histórico do Patriarca Vampiro foi Hernan Cortez, serial killer espanhol escolhido pelos Reis Católicos para destruir o nosso império Azteca o ápice de nossa civilição indígena transamericana

Quem implantou o trauma histórico do Patriarca Vampiro foi Hernan Cortez, serial killer espanhol escolhido pelos Reis Católicos para destruir o nosso império Azteca o ápice de nossa civilição indígena transamericana. Os rituais indígenas e culturais mexicanos demonstram isso. O Artista Público (e Psiquiatra Transcultural) David Alfaro Siqueiros pintou em mural a cena da martírio (de 4 anos) e morte do último imperador Azteca na mão dos Cães raivosos dos Patriarcas Vampiros. Este trauma transgeracional está amplificado e piorado através das gerações, devemos recontar essa história até que fique claro os detalhes maiores e menores desta cultura de traição toda. A origem é o patriarcado vampiro sumério.

O Patriarca Caído Vampiro Genocida (Assassino de populações) está em franca atividade no Brasil, sempre esteve mas cresce e tenta dominar a consciência coletiva mais uma vez.

Pois quer eliminar toda uma raça considerada por ele inferior, indigna, perigosa, ameaçadora, esta raça é o povo brasileiro, raça mestiça, grecoarabejudaicocristãtupinago - o pior pesadelo de um racista.

Ele quer com todas as forças eliminar o que considera diferente, nojento, repulsivo por que lá no fundo, no íntimo de seus sentimentos, ele sabe que tudo aquilo que ele odeia e rejeita, e o faz justamente porque sabe que é sua origem, porque na história da humanidade e no fundo do seu inconsciente, ele lembra que nasceu e se desenvolveu na África nos últimos três milhões de anos e que apenas nos últimos 300-200 mil anos, ele foi migrando, e se modificando, gerando variações culturais discretas da família hominídea e da espécie humana. Como um adolescente o racista nega as próprias origens. No afã de afirmar sua própria identidade mal-formada, ignorante, na força de levantar seu próprio ego frágil, ele agride, violenta, ataca e abusa.

Ele é o Patriarca caído, a verdade única, a lei sagrada, ele é o Deus Marduk da Suméria, o primeiro a ter uma bíblia escrita por alfabeto com mandamentos, o código de Hamurabi, e também o primeiro a assassinar a Deusa Tiamat, dando origem à civilização patriarcal que vem sendo de guerras e loucuras de superioridade e ganância nos últimos 7 a 5 mil anos.

Nada de novo paira sob o sol. Devíamos conhecer nossa história e tradições para poder nos preparar para evitar as tragédias, e não sucumbir desgraçadamente a elas. Aí consiste o trabalho do médico, do terapeuta, do educador, do ator, do artista, do comunicador, do líder comunitário, do curador, do funcionário público.