Conscienciologia

Publicado por Reinaldo Pedreira Cerqueira da Silva em 20/3/2019

notas sobra a obra do médico Waldo Vieira

O médico Waldo Vieira fundou duas ciências (ou pseudociências?):a projeciologia e a consciênciologia. A nossa evolução considerada Evolução Química (simultâneamente por Oparin-Haldane) reproduziu em laboratório a atmosfera primitiva da Terra.

Waldo Vieira não considera a evolução do ponto de vista materialista. Ele fala na existência de consciência extra-física, e a evolução que parece nele uma religião particular tem a alegria da Nova Era. I´ll be back.

A filosofia se depara desde o inicio com a noção de consciência como vindo primeiro (idealismo) ou a natureza em primeiro lugar sendo a consciência um produto tardio (o homem sapiens surgiu há uns 40.000 anos tendo o planeta Terra a idade de 4 bilhões de anos).

Waldo Vieira organizou várias disciplinas autonomas sem a crítica dessas ciências, mas guardando a especialização quase enciclopédica. A visão alienada do mundo dos patrões não é superada: Descartes separou o corpo da alma (esta última caberia à religião).

O conceito de alienação (ou reificação ou coisificação) tem suas raízes na Teologia Negativa de Jacob Boheme (Deus bom se alienou num mundo mau). O conceito de alienação aparece como a chave da Fenomenologia do Espírito de Hegel (1807).

Mais tarde pela mediação de Feuerbach, filosofo materialista, Marx e Engels inverteram o conceito de alienação que em Hegel aparecia na consciência e que na consciencia deveria ser eliminado, para a superação tanto objetiva e subjetiva, da condição alienada do trabalhador, para torna-lo emancipado de seus grilhões. A verdadeira evolução é uma revolução proletária que acaba com a divisão do trabalho, a propriedade privada dos meios de produção, e desmantelamento da máquina do Estado (orgão que é a violência organizada para garantir os privilegios dos patrões).