Público, que palavrão!!!!!

Publicado por Reinaldo Pedreira Cerqueira da Silva em 2/4/2019

Arco-iris do desejo, psicodrama

A visão da arte dos patrões é elitista: divide aqueles que fazem daqueles que consomem. A rigorosa divisão do trabalho, da propriedade privada e do Estado acaba por perpetuar o motor da história: a luta de classes.

Alegria minha gente: Loucura sim mas tem seu método. Só quando acabar a divisão entre dirigentes e dirigidos teremos como disse Amir Haddad: "Um teatro sem arquitetura, uma dramaturgia sem texto e um ator sem papel"