​“Multiplicidade de uma existência” de Isa Lira

Publicado por Vitor Pordeus em 13/8/2019

Produção poética de Isa Lira a partir das oficinas livres de teatro na Biblioteca Parque Estadual na Avenida Presidente Vargas

Naquele novo encontro teatral muito foi visto, sentido, pensado, vivido! O teatro aconteceu no pátio da biblioteca, centro do Rio de Janeiro. Neste dia, houve plateia! Mas que gente era essa da plateia numerosa? Os olhos, atentos. O rosto, surpreso. A boca, silenciosa. E o coração: amava? Os atores, certamente, viveram com intensidade a dança, as falas e o entusiasmo da alma! A plateia, talvez, soubesse mais de observação e pensamento. Talvez desejasse mais segurança e precisão. Mas a vida é um mistério, névoa da manhã, pôr do sol. Voo soberano de pássaros em céu azul. O ator grita: - Viva Dionísio! Há quem escute: - Penteu te chama. Claro e escuro, alto e baixo, encontro e desencontro. Tudo isto no grande espetáculo da existência. Para nada é dado o direito de exclusão. Tudo pertence. Tudo é dom da criação!