AS CIDADES

Publicado por Ray Lima em 5/8/2013

QUADRA FUNDA

As cidades têm as cores do seu povo;

o cheiro de seu povo,

os sabores, os saberes.

As cidades têm um quê que diz:

aqui tem gente sofrendo, tem gente feliz;

tem gente nascendo, tem gente vivendo;

tem gente morrendo, matando;

tem gente fodida fodendo alguém.

As cidades têm os cantares, os falares,

os altares. As cidades nascem, andam

e crescem como gente - para trás, para

frente, para cima, para baixo.

Em toda cidade há os que se perdem,

os que se acham. Mas as cidades,

por mais altas que achem, ficam abaixo.

Abaixo sempre. Abaixo do céu.

(Lima, Ray. Tudo é Poesia Livro I. Ed. Queima Bucha, Mossoró-RN:2005)