Quebra-cabeças de poesias na EPS do Complexo do Alemão

Publicado por Sandra Amado em 29/9/2014

Na EPS do Complexo do Alemão estamos reaproveitando as caixinhas de suco que as crianças e jovens jogariam fora do lanche da Vila Olímpica, e usando a criatividade estamos construindo jogos de quebra -cabeças com poesias para as crianças e jovens, e do outro lado desenhos para os menores que ainda não sabem ler estimulando assim a leitura e o conhecimento além de reutilizar matérias descartáveis que estariam no lixo , também construíram uma caixa de papelão para guardar os jogos de quebra-cabeças. Uma das poesias que os jovens mais gostaram e que vivenciam no momento atual no seu território é essa:

Intertexto – Bertold Brecht (1898-1956)

Primeiro levaram os negros

Mas não me importei com isso

Eu não era negro

Em seguida levaram alguns operários

Mas não me importei com isso

Eu também não era operário

Depois prenderam os miseráveis

Mas não me importei com isso

Porque eu não sou miserável

Depois agarraram uns desempregados

Mas como tenho meu emprego

Também não me importei

Agora estão me levando

Mas já é tarde.

Como eu não me importei com ninguém

Ninguém se importa comigo.

Agentes culturais de saúde

Sandra Amado

Nancy dos Santos

Ana Maria

Evangelista Barreto