Encontro do Verdejar com os jovens - EPS do Complexo do Alemão

Publicado por Sandra Amado em 23/9/2014

Comemorando as Atividades do Mês do Meio Ambiente, a EPS Complexo do Alemão levou os Jovens até a sede do Verdejar na Comunidade Pedra do Sapo que fica dentro do Complexo do Alemão, e apesar de morarem perto, em outras comunidades eles não conheciam o trabalho desse grupo ambientalista cujo o objetivo é preservar a Serra da Misericórdia e divulgar sua história e a memória do seu fundador Luiz Poeta. Caminhamos e subimos a Comunidade Pedra do Sapo para conhece-los numa tarde quente e quando chegamos fomos recebidos pelo Coordenador Edson Santos que nos acolheu e contou a história de luta e de preservação do nosso querido Luiz Poeta, conversamos sobre alguns dos problemas atuais dentro da comunidade e da Serra da Misericórdia, foi um bate papo agradável e muito educativo e critico. Fiz um gravação dessa conversa e aqui tem duas poesias do Poeta da Serra.

Luiz Poeta.

Minha poesia grita desde:

1997

Verdejar

Morar em Piabas

quando será

A serra é quem clama

Misericórdia!

Porem entre balas e fumaças

Zona Norte Rio

A serra se lança no maior desafio

Verdejar JÁ

Já te amo Serra da Misericórdia!

Te amo!

O Seu verde Precisa Verdejar

Essa redondeza se paz

Palida e poluída

Te amo Serra da Misericórdia

Te amo!

Penha, Inhaúma, Olaria, Complexo do Alemão, Ramos e Bonsucesso, Engenho da Rainha Tomás Coelho, Vicente de Carvalho, Vila Cosmos, Vila da Penha e Penha Circular

Circundam a Serra da Misericórdia

Te amo Serra da Misericórdia!

Te amo!

O Seu verde Precisa Verdejar

Essa redondeza sem paz

Palida e poluída.

Te amo Serra da Misericórdia !!

Te amo !!!

1998 BALA TÁ BARATA (SOS SERRA DA MISERICÓRDIA)

Hó pai me ajudai a serra verdejai

Não deixai jamais concretai

Hó pai me ajudai a serra pacificai

Não deixai jamais que violentai ...

Tá, tá, tá pá pum tá tá tá pá pum pum pá

bala tá tá tá tá barata

bala tá tá tá tá barata

bala ta baratátaá

paz e amor eu peço por favor

Pelo Nosso Senhor

Por esse lamento não me diga Não

Seja Juramento ou Complexo do Alemão

Engenho da Rainha ou Serrinha

Urubu ou Fazendinha

Pelo Nosso Senhor eu peço por favor

paz e amor!

eu sei não somos eternos

Mais queremos viver

Sem as arvores e os Rios

Não teremos ar pra respirar

Nem água pra beber

Sem amor e paz

Não haverá bons tempos para se viver

Cuidemos da vida e não vamos morrer

Que não seja sonhar demais

A paz entre humanos e humanos

Humanos e vegetais

Humanos e minerais

E humanos e demais animais.

Agente Cultural de Saúde

Sandra Amado