Quem Sou Eu

Publicado por Magno Myller em 4/10/2014

minha visão, projeto e análise do o espaço. Escrevi com muito carinho... rs Espero pode incentivar que cada todos possamos pensar e repensar maneiras de prosperar de uma forma criativa. A melhor maneira pra cada um será a maneira mais justa para o espaço, sem nos ferirmos com os atritos do contato. Lubrifiquemos esse contato com positividade!

Ator e músico Magno Myller, me encontro residente no Hotel da loucura pesquisando os princípios da upac, participando das atividades artísticas (roda dialógica do som, oficina de ação expressiva, teatro de dyonises) que são essenciais na minha pesquisa de relação humana a qual sempre me dediquei mesmo sem saber, empiricamente. Enquanto ator realizo minha busca por novas, diferentes e variadas linguagens artísticas e sua repercussão no espaço, entre as várias maneiras de expressão e comunicação além do verbal e do gestual cotidiano.
Essa pesquisa artística tem sofrido maravilhosas transições ao longo dos três meses que me encontro presente no Hotel. O encontro com a filosofia do Vitor Pordeus e os princípios da UPAC, direcionaram e expandiram essas pesquisas dando um sentido mais humano à arte que eu já desenvolvia.
Trabalhamos com o método mais humano, o contato. Através desse princípio produzimos resultados, que podemos chamar de clínicos,na melhora da qualidade de vida daqueles que estão envolvidos e disponíveis à cura pelo afeto, procurando repercutir uma atmosfera de trabalho, afeto e criação. A vivência no ambiente tem sido fundamental para tais produções e pesquisas. Com figurino, música e cores procuro infectar os ambientes que passo.
Meus projetos no espaço são:
*Realizar semanalmente pela manhã uma oficina de "desfragmentação" com música relaxante, massagem, alongamento e cuidado. O objetivo dessa oficina é destensionar e desfragmentar o corpo da energia que absorvemos constantemente no nosso cotidiano e estimular a auto-percepção energética do corpo;
*Continuar minha pesquisa podendo contribuir na produção de conhecimento junto à Upac;
*Além de agir na divulgação desse conteúdo ajudando a fortalecer ainda mais a rede de contatos que incentivamos e procuramos ampliar.
Acho importante declarar que não sou filiado à nenhum coletivo específico (o que não me impede de me integrar a algum coletivo futuramente), pelo contrário, procuro trabalhar no Hotel de forma unificada em prol do crescimento mútuo coletivo.