visita ao CCBB - obsessão infinita -EPS do Complexo do Alemão

Publicado por Sandra Amado em 5/11/2013

Com a parceria do Sesc de Ramos , a EPS do Complexo do Alemão reunimos vários moradores e frequentadores da Vila Olímpica Carlos Castilho cerca de 35 pessoas para uma visita ao CCBB ( Centro Cultural do Banco do Brasil), em cartaz está a exposição "Obsessão infinita" da artista japonesa Yayoi Kusama, que irá até janeiro do ano que vem. Yayoi Kusama tem hoje 83 anos e foi diagnosticada com transtorno obsessivo compulsivo ainda nova, transpõe para suas obras os anseios de uma mente que não para com formas repetitivas , principalmente bolas de diversos tamanhos em pinturas e esculturas , quando jovem a artista, fugiu do Japão e foi morar nos EUA devido ao preconceito e a rejeição da família , passou muitos anos e ela continuou fazendo suas obras de artes sempre em movimento , reconhecida pelo seu trabalho voltou a morar no Japão e se internou voluntariamente numa clinica psiquiátrica, e todos os dias vai até seu atelie para continuar o seu trabalho de arte. Esse relato foi contado para o grupo antes da nossa entrada no CCBB, muitos ficaram admirados pela história dessa japonesa e quando vimos as obras e a quantidade delas em exposição ficamos impressionados com a beleza e as formas sem limite de tamanho e cores , vimos os videos sala de oficinas e sala de espelhos com muitas bolas , bolões e bolinhas , pretas , brancas e coloridas muita imaginação e criatividade . Muitas dessas senhoras que foram ao passeio são artesãs e elas ficaram deslumbradas pela arte dessa japonesa .

"Não se curem além da conta. Gente curada demais é gente chata. Todo mundo tem um pouco de loucura. Vou lhes fazer um pedido: Vivam a imaginação, pois ela é a nossa realidade mais profunda. Felizmente, eu nunca convivi com pessoas ajuizadas"

"É necessário se espantar, se indignar e se contagiar, só assim é possível mudar a realidade..."

Nise da Silveira

fotos Sandra Amado

Agentes Cultural de Saúde

Sandra Amado

Nancy Santos