A arte de recriar-se

Publicado por Manoel Farias Lima em 7/4/2014

Tecendo e tocando me envolvo nos fios do tear e no emaranhado das cordas do violão. Quando teço fico mudo, logo toco, entro no mundo.