Rodas de conversas, oficinas , encontros e agradecimentos na EPS do C. do Alemão

Publicado por Sandra Amado em 2/6/2014

A EPS do Complexo do Alemão realizou nesse mês de maio oficinas do dia das Mães com as crianças e jovens confeccionando uma lembrança, um coração-flor feito de sobras de folhetos e revistas e cheio de doces, teve oficina de poesia e bate papo sobre cidadania , família e trabalho, alem disso marcamos um encontro com os responsáveis e isso foi um marco para o nosso trabalho pois conhecer-los trocar ideias e apresentar o nosso trabalho é muito importante , o encontro foi realizado pelo CRAS através da Assistente Social Simone , que agora também aderiu a essa nova proposta e já marcou outro encontro com os responsáveis , onde faremos uma oficina livre .

Compartilhando ainda o premio da IV Mostra da atenção básica "Relato de Experiência" realizado em Brasília , tiramos fotos com nossos parceiros do Cras do Alemão e da Vila Olímpica Carlos Castilho e é claro com as crianças e jovens que aliás sem eles não poderia ter sido realizado esse feito .

Verbo Ser

Carlos Drummond de Andrade

Que vai ser quando crescer?
Vivem perguntando em redor. Que é ser?
É ter um corpo, um jeito, um nome?
Tenho os três. E sou?
Tenho de mudar quando crescer? Usar outro nome, corpo e jeito?
Ou a gente só principia a ser quando cresce?
É terrível, ser? Dói? É bom? É triste?
Ser; pronunciado tão depressa, e cabe tantas coisas?
Repito: Ser, Ser, Ser. Er. R.
Que vou ser quando crescer?
Sou obrigado a? Posso escolher?
Não dá para entender. Não vou ser.
Vou crescer assim mesmo.
Sem ser Esquecer.

agentes culturais de saúde

Sandra Amado

Nancy santos

Evangelista Santos